Esfera

Sistema de Processo

DESTAQUE

FORUM1

Conselho participa de Fórum da Educação Superior

 

O Conselho Estadual de Educação esteve presente no VIII Fórum de Educação Superior do Estado de Goiás. O evento foi realizado em Goiânia, e aconteceu no final do mês abril, reunindo especialistas no assunto. A organização foi do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Educação Superior do Estado de Goiás – SEMESG, com participação do Conselho Estadual de Educação.

Além da participação da presidente Maria Ester Galvão de Carvalho e do secretário executivo Marcos Elias, o CEE, que foi dos realizadores do encontro, contou com três palestrantes – os conselheiros: Jorge de Jesus Bernardo, Ítalo de Lima Machado e Iara Barreto.

Nestes dois dias, o principal tema foi o reflexo das mudanças do financiamento e avaliação na educação superior no Brasil. Outra presença destacada foi da presidente Maria Inês Fini, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP.

25º Fórum UNDME-MG

O CEE GO esteve presente no 25º Fórum Estadual da Undime MG

A Undime Minas Gerais realizou seu 25º Fórum Estadual nos dias 4, 5 e 6 de abril de 2017, em Belo Horizonte. O evento foi destinado aos dirigentes municipais de educação, técnicos das secretarias e educadores em geral.

Na pauta do fórum estiveram vários assuntos como: projetos e parcerias do Ministério da Educação (MEC) com os municípios; Mais Educação; Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (Pnaic); educação inclusiva; entre outros assuntos.

Nos temas apresentados nós destacamos “Ética e Relações Interpessoais no Ambiente de Trabalho” que foi apresentado pela presidente do Conselho Estadual de Educação de Goiás, Maria Ester Galvão, onde ela destacou a importância de dois Princípios: A Regra de Ouro: “Não faça ao outro o que você não quer que seja feito a você” e O Princípio da Utilidade: “Aja de tal maneira a promover a maior felicidade do maior número de pessoas atingidas por sua ação”

Logo Gustav Ritter

O CEE GO foi um dos homenageados pelo Instituto de Educação em Artes Gustav Ritter

O Conselho Estadual de Educação de Goiás foi um dos homenageados pelo Instituto de Educação em Artes Gustav Ritter,  o secretário executivo Marcos Elias Moreira foi o representante do CEE GO nesse evento que aconteceu dia 27/03 às 19 horas no Teatro Goiânia.

Leia Mais

CMRGO e CEEGO

Conselhos Estadual e Municipal de Educação se reúnem para traçar metas para 2017

O Conselho Estadual de Educação (CEE) recebeu, na última sexta-feira (24), os membros do Conselho Municipal de Educação (CME) para debater os desafios e perspectivas do sistema e acertar o trabalho em conjunto dos dois conselhos para 2017. A meta a partir de agora é estabelecer sempre uma pauta conjunta de debates e trabalhar no regime de colaboração e parceria como destaca a presidente do Conselho Estadual de Educação Ester Carvalho.

O vice presidente do Conselho Municipal, Roberto Borges de Oliveira, destaca a importância da parceria entre os dois Conselhos.

Ester Assembleia 2

Assembleia Legislativa debate irregularidades nos cursos superiores no Estado de Goiás

A Assembleia Legislativa de Goiás realizou, na última segunda-feira, 20, uma audiência pública proposta pelo deputado Talles Barreto (PSDB) para debater irregularidades em cursos superiores do Estado. O encontro contou com a participação do Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Educação Superior do Estado de Goiás (Semesg), do Conselho Fiscal do Semesg e do Conselho Estadual de Educação. Os representantes discutiram o tema em questão e a possível instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre o assunto.

Além do deputado Talles barreto que presidiu a reunião, a mesa diretiva foi composta também pelo deputado Jean (PHS), pelo presidente do Semesg, Jorge de Jesus Bernardo, pelo membro do Conselho Fiscal Rodrigo Gabriel Moisés e pelo vice-presidente da Semesg, Paulo Antonio de Lima, além da presidente do Conselho Estadual de Educação, Ester Galvão. Também estavam presentes estudantes e representantes de outros órgãos interessados.

O deputado Talles Barreto reafirmou a importância da instalação de uma CPI para debater o tema. “Temos que proteger os alunos de cursos que não têm o registro legal do Ministério da Educação (MEC)”, disse o parlamentar.

A presidente do Conselho Estadual de Educação, Ester Galvão colocou em pauta o fato de Goiás não ter uma delegacia especializada em crimes da educação, o que causa a demora na solução de problemas de irregularidades. “Na maioria dos casos temos que encaminhar para o Ministério Público os casos de instituições que atuam irregularmente no Estado, mas infelizmente não existe uma equipe capacitada para tratar do tema.”

A presidente também discorreu sobre circunstância de que não são só as instituições de ensino responsáveis por tais irregularidades. “Existe uma grande procura por tal tipo de educação, seja pela facilidade oferecida, seja pela má fé de alguns alunos. É preciso uma pesquisa maior dos alunos na busca de qual instituição é a melhor e se ela é credenciada junto ao MEC.”

Em suas considerações finais o deputado Talles Barreto falou que o recolhimento de assinaturas para a criação de uma possível CPI, ficará a cargo do seu assessor de gabinete. E já deixou agendado para a próxima semana uma nova reunião para a apresentação do texto com as assinaturas recolhidas.

LEIA MAIS


NOTÍCIAS

VÍDEOS

Vídeos institucionais do Conselho Estadual de Educação, Acompanhe!

VÍDEO